Mogi das Cruzes - Amor por Mogi

Esse poema foi feita em comemoração do aniversário de Mogi das Cruzes de 2013.
Escrita por Benedicto Roman


Do Itapety ao Quatinga –

e em todas as direções – 
surgiu uma grande cidade, nos enchendo de vaidade, orgulho e felicidade, 
fazendo bater mais forte todos os nossos corações.




Com a força de muitos braços, o suor de tantos corpos e o sentimento de amor, cresceu nossa Mogi das Cruzes, mostrando a todo país o seu grande esplendor.



Somando cinquenta e três anos aos quatro séculos idos, a dois mil e treze chegamos. 
A história que já passamos com nossos entes queridos, fez daquele que aqui vive - mesmo vindo de outras terras - um verdadeiro mogiano.
Na Mogi acolhedora, milhares de imigrantes construíram suas vidas; transformaram este país com muita sinceridade, em sua segunda pátria - segunda pátria querida.


De todos os continentes, aqui chegou muita gente: portugueses, italianos, japoneses, alemães, libaneses, espanhóis...
Para provar pela história, seu amor a esta terra, independente da origem lutaram ao nosso lado, nas duas últimas guerras.
Junto aos nossos irmãos migrantes, do norte e do nordeste, do sul e do sudoeste, mais os índios do sudeste somados aos africanos, são os nossos ancestrais; formaram o povo mogiano.


Arte - Fabio Stefani

Se Gaspar Vaz ou Braz Cubas, isso pra nós tanto faz; 

foram homens diligentes, desbravadores valentes, que cumprindo uma missão, permitiram que esta terra surgisse entre duas serras, gerando um povo feliz.
Se mil quinhentos e sessenta ou mil seiscentos e onze, são datas de igual importância pra festejar seu natal.
Elas estão perpetuadas em grandes letras de bronze, no obelisco lá da praça, no coração da cidade, junto à nossa catedral.



Contato para outras informações
redescobrindoaltotiete@gmail.com
Lembrando que temos o nosso grupo Facebook

Comentários