segunda-feira, 31 de março de 2014

Vídeo - Força Pública de São Paulo - Manobras em Guararema

Praça 9 de julho década de 60


Força Pública de São Paulo - manobras em Guararema filmada pela Tv Tupi no de 1968.



Contato para outras informações
redescobrindoaltotiete@gmail.com
Lembrando que temos o nosso grupo Facebook

domingo, 30 de março de 2014

Lembranças do Passado - Fábrica Gotthard Kaesemodel

A vinda da popularmente conhecida Fábrica de Lixas Tatu trouxe para a Vila Romanópolis mais famílias e progresso. O primeiro prédio construído na época ficava na esquina entre as avenidas Brasil e Getúlio Vargas.

Contato para outras informações
redescobrindoaltotiete@gmail.com
Lembrando que temos o nosso grupo Facebook

quarta-feira, 26 de março de 2014

Foto do dia - Comandante Jacques Yves Cousteau

No dia 1 de junho de 1994 em Suzano foi inaugurado a 

E.E. Comandante Jacques Yves Cousteau no bairro do Miguel Badra. 

Arcevo - Ariovaldo Nunes/SuzanoAntigo
Histórico
Jacques Yves Cousteau (1910-1997), oficial da marinha e oceanógrafo francês. Em 1943, junto com Émil Gagnan, Cousteau inventou o equipamento de mergulho autônomo (scuba). Fundou, em 1945, o grupo de pesquisas submarinas da marinha francesa e, em 1957, foi nomeado diretor do museu de oceanografia de Mônaco. Em 1951, Cousteau foi à expedição anual de oceanografia, escreveu dois livros, fez um filme e um documentário para a televisão sobre suas viagens. 



A bordo do navio Calypso e, mais tarde, do Alcyone, ele navegou pelo oceano, estudando os sistemas marinhos. Suas publicações incluem O Mundo Silencioso, O Mar Vivo e o Mundo sem Sol. Entre seus filmes destacam-se O Mundo Silencioso, O Mundo sem Sol e a série para televisão O Mundo Submarino de Jacques Cousteau.
Contato para outras informações
redescobrindoaltotiete@gmail.com
Lembrando que temos o nosso grupo Facebook

Você sabia - Não a Ditadura Militar em 1968

Você sabia que em março de 1968 vários estudantes do curso de Direito sairam em passeata na cidade de Mogi das Cruzes  contra a ditadura Militar.

                Avenida Voluntário Pinheiro Franco foi seu palco inicial com suas esplendidas árvores                                                                                    decorando o manifesto.
Alguns prédios nessa época ainda não existiam com exemplo o Prédio do Banespa (Santander) que fica entre a Avenida Voluntário Pinheiro Franco com a Rua Princesa Isabel de Bragança
Contato para outras informações
redescobrindoaltotiete@gmail.com
Lembrando que temos o nosso grupo Facebook

segunda-feira, 24 de março de 2014

Black Knight x Stúdio 8 - Qual foi a melhor casa


Na década de 90 foi a melhor época das casa noturnas da nossa região aonde era uma casa de tinta e se tornou a Black Knight e na Avenida dos Banco em Mogi tinha o Estúdio 8 com seus  3 grandes ambientes.
Contato para outras informações 
redescobrindoaltotiete@gmail.com
Lembrando que temos o nosso grupo Facebook
Fotos Antigas do Alto Tietê

domingo, 23 de março de 2014

Praça dos Expedicionário - Suzano

Acervo Memória do Sesc Suzano - Fabio Stefani


"Havia um ritual cívico naqueles anos de chumbo, onde voluntários revezavam-se na vigília da Bandeira. Na foto, a Praça do Expedicionário era o cenário da comemoração. Dona Laiz Gomes Toste, orgulhosamente ostentando o estandarte do SESC com outras moradoras, representando o bairro dos comerciários."

Contato para outras informações 
redescobrindoaltotiete@gmail.com
Lembrando que temos o nosso grupo Facebook
Fotos Antigas do Alto Tietê

Padre Landell de Moura e sua história em Mogi.

 O Padre Roberto Landell de Moura - (1861-1928)

  Foi um homem de extraordinária aptidão para os estudos científicos. Sua mente brilhante percorria
 muitas áreas do conhecimento científico com muita facilidade. Certamente para ele, os vários nomes que
 tomam algumas atividades cientificas como a Física, a Química a Medicina, a Parapsicologia, eram
 meramente uma questão de nomenclatura , pois ele transitava com muita facilidade por todas essas
 disciplinas. Os que já o conhecem lembram-se ao menos que seu nome está ligado às Telecomunicações,
 como inventor do aparelho rádio, capaz de comunicar a palavra humana através do espaço sem auxilio de
 fios.
 Landell se ocupou de estudos de Botânica, das plantas, seu poder curativo, estudou questões de parapsicologia. Suas pregações eram muito concorridas.Suas lições de ética e da prática do amor eram avidamente esperadas. Teve encontros com D.Pedro II para conversas de interesse científico tão a gosto do imperador.
Em Mogi das Cruzes em São Paulo,onde foi pároco, observou ocorrência de fenômenos paranormais na casa dos Rocha. Conduziu essas experiências, naturalmente com o espírito de um homem religioso, com sua crença católica, mas também com sua arguta mente científica, chegando a muitas conclusões interessantes, tendo naturalmente feito apontamentos de suas experiências, seguindo critérios científicos.  Isto foi em junho de 1906. Landell tirou algumas conclusões do ocorrido: " Primeira: que existe uma força desconhecida e que segundo os fenômenos que a manifesta, deve ser classificada entre as forças ditas físicas""Segunda: que essa força inteligente é imaterial e incorpórea"."Terceira: e apesar de imaterial, pode agir sobre a matéria e impressiona nossos órgãos sensíveis."  "Quarta: e, por conseguinte, servindo-se de meios desconhecidos, pode afetar ou realmente se revestir de um corpo semelhante ao nosso ou servir-se de elementos capazes de produzir direta ouindiretamente todos os fenômenos da vida orgânica". Obviamente por causa de todas essas conclusões, o padre Landell foi visto com muita simpatia pelos espiritistas, dado a similitude com alguns fundamentos da fé espírita, embora tivesse ele a fé católica, e disso fez constantes afirmações para dIrimir quaisquer dúvidas a respeito de sua fé religiosa, mas é claro que alguns de seus superiores não o viam com bons olhos.
Em 19 de abril de 1906, foi nomeado, oficialmente, pároco na cidade de Mogi das Cruzes, também no interior de São Paulo, tomando posse às 11 horas do dia 22 de abril de 1906, substituindo o Padre José Antonio de Rezende, permanecendo até abril de 1907. No livro tombo da paróquia de Mogi das Cruzes não há qualquer menção ao período em que Padre Landell foi vigário. Cita-se apenas a sua substituição, mas como tendo ele solicitado a exoneração. O jornal A Vida noticiou, em 24 de março de 1907, que ele pediria exoneração do cargo de vigário da paróquia. O padre Braz Joaquim Mercadante tomou posse no cargo de vigário da paróquia de Mogi das Cruzes em 7 de abril de 1907. 


Contato para outras informações 
redescobrindoaltotiete@gmail.com
Lembrando que temos o nosso grupo Facebook
Fotos Antigas do Alto Tietê

sábado, 22 de março de 2014

Maestro Gaó

Odmar do Amaral Gurgel, conhecido artisticamente como Maestro Gaó, foi regente, pianista, radialista e compositor musical durante mais de sete décadas. Saltense nascido em 12 de fevereiro de 1909, era filho de Joanna e Acylino do Amaral Gurgel, ambos professores e músicos em Salto. Tendo no lar as influências primordiais, já aos cinco anos Gaó estava alfabetizado e começava a estudar música. Era aluno do 1º Grupo Escolar de Salto, do qual seu pai chegou a ser diretor. Aos onze anos, o futuro maestro renomado já participava de uma orquestra de salão, da qual se tornou o regente com apenas 11 anos. À noite, em Salto, o trabalho do jovem Gaó era ir ao Cine Pavilhão para selecionar as músicas da orquestra, da qual seu pai era clarinetista, adaptando-as às diversas cenas dos filmes mudos daqueles tempos. Certa vez, o jornal carioca Correio da Manhã, em texto de Carlos Lacerda, publicou sobre Gaó, após uma brilhante apresentação sua: “A Sinfonia do Brasil, que procura exprimir na variedade dos motivos, a grandeza do Brasil através da arte, encontrou o seu animador. Por pitoresca coincidência nesse espetáculo de exaltação ao esforço e valor do povo brasileiro, o criador de beleza foi um rapaz de Salto do Itú [sic], que aprendeu piano em casa com seus pais, professores públicos, e constitui uma lição de valor e de esforço próprios, lição aos músicos e a toda gente.”
Família do Maestro Gaó. São os pais: Acylino e Joanna. Os filhos (da esquerda para a direita): Ayr, Grafir, Oisb, Walkyr e Odmar (Gaó)
Em 1920 Gaó compôs sua primeira música, uma mazurca, e a batizou "Primeira inspiração". As seguintes foram "O cantor sincero" e "Myosotis", oferecida à sua mãe. Buscando desenvolver seu talento, foi para São Paulo, tendo como primeiro professor o pianista Samuel Arcanjo dos Santos, responsável por sua preparação para o ingresso no Conservatório Dramático e Musical de São Paulo. Nesses cinco primeiros anos na capital, residiu numa pensão – onde conheceu sua futura esposa, que era filha do proprietário – e foi empregado de uma loja de música, a Casa Di Franco. No citado
conservatório teve como professores Mário Andrade, Carlos Paglucci e Savino de Beneditis. Enquanto estudava, Gaó sobrevivia toando na Jazz Band Manon e na Casa Di Franco, o que lhe propiciou o contato com renomados músicos a época, tais como Tupinambá, Eduardo Santo e Ernesto Nazareth. Assim, diplomou-se concertista em 1927.



Até 1924 assinou suas músicas com suas iniciais: O.A.G., mas aconselhado por um amigo, nessa data, inverteu-as, passando a se chamar artisticamente Gaó. Nessa mesma década atuou na rádio Educadora Paulista - pouco tempo depois rebatizada como rádio Gazeta - onde dirigiu um quarteto de cordas. Atuou também na rádio Cruzeiro do Sul. Por essa época, tornou-se exclusivo da gravadora de discos Colúmbia, da qual chegou a ser diretor, contexto no qual surgiu seu primeiro quarteto de jazz. Como solista da Orquesta Colbaz, por ele criada, obteve destaque com as músicas "Branca", "Tico-tico no fubá" (ambas composições de Zequinha de Abreu) e com os discos "Gaó, seu piano e sua orquestra", "Gaó bem brasileiro" e "Gaó viaja pelo mundo". Teve participações na sonorização de filmes, especialmente na Atlântida. Dirigiu as rádios Cruzeiro do Sul e Cosmo e criou programas de sucesso, como "Hora da saudade" e "Hora dos calouros". Compôs logotons para programas famosos à época. Já no final da década de 1930 Gaó era figura de relevo no cenário artístico paulistano.


Sua ida para o Rio de Janeiro, para trabalhar nas rádios Ipanema e Mauá, foi seguida de um curto período em solo argentino, na rádio Belgrano, com posterior retorno ao Rio, quanto a rádio Nacional o contratou. Ainda na então capital federal, Gaó trabalhou no Cassino da Urca, tendo participado de festas de figuras eminentes do cenário nacional. Esteve também à frente da Orquestra Sinfônica do Teatro Municipal de São Paulo, por curto período, e na direção da rádio Globo carioca. Em 1945 Gaó foi para os Estados Unidos, lá permanecendo por duas décadas, sendo tratado por “embaixador do samba”. Apresentou-se algumas vezes, inclusive, ao lado de Carmem Miranda.


 De volta ao Brasil, radicou-se em Mogi das Cruzes no  início dos anos 70,e também começou a parceria com Maurício de Souza para fazer a trilha sonora da Turma da Mônica onde faleceria em setembro de 1992. Muito bem acolhido nessa cidade, a escritora mogiana Botyra Camorim escreveu uma biografia sobre Gaó, intitulada Sonata em quadro movimentos. Gaó também publicou um livro, Teoria moderna de música.





Contato para outras informações 
redescobrindoaltotiete@gmail.com
Lembrando que temos o nosso grupo Facebook
Fotos Antigas do Alto Tietê

sexta-feira, 21 de março de 2014

Videos - Dança de Rua de Mogi das Cruzes

Na década de 90 em Mogi das Cruzes existia uma casa noturna que se chamava Frô que se localizava na Avenida dos Bancos.

Nessa época tinha uma galera que fazia dança de rua pois era moda no momento fazer passo alucinantes no estilo miami bass ou freestyle e nessa casa exisitia a competição de grupos quem comandava a cabine de som era Dj Ronaldo Costa.










Agradecemos ao Gilson do Fera House por essa relíquias.

Contato para outras informações 
redescobrindoaltotiete@gmail.com
Lembrando que temos o nosso grupo Facebook
Fotos Antigas do Alto Tietê

quinta-feira, 20 de março de 2014

Vídeo - Santa Isabel de 1948

Praça da Bandeira em 1928

Mais um vídeo histórico da nossa região do Alto Tietê
Filmada em 16mm na década de 40 por Jorge Simão.

Agradecemos a Fotos Antigas de Santa Isabel
Contato para outras informações 
redescobrindoaltotiete@gmail.com
Lembrando que temos o nosso grupo Facebook
Fotos Antigas do Alto Tietê

quarta-feira, 19 de março de 2014

O DIA MUNDIAL DA ÁGUA - 22 DE MARÇO

O Dia Mundial da Água celebra-se anualmente a 22 de Março. A data visa alertar as populações e os governos para a urgente necessidade de preservação e poupança deste recurso natural tão valioso.
A gestão dos recursos de água tem impacto em vários setores, nomeadamente na saúde, produção de alimentos, energia, abastecimento doméstico e sanitário, indústria e sustentabilidade ambiental.
As alterações climáticas provocam graves impactos nos recursos de água. Alterações atmosféricas como tempestades, períodos de seca, chuva e frio afetam a quantidade de água disponível e afetam os ecossistemas que asseguram a qualidade da água.


PARA COMEMORAR, O MUSEU DE ENERGIA DE SALESÓPOLIS ESTÁ COM UMA PROGRAMAÇÃO ESPECIAL. SÃO VÁRIAS ATIVIDADES QUE FORAM DESENVOLVIDAS PARA TODAS AS IDADES.
 O ROTEIRO ESPECIAL SE CHAMA "SAÚDE E SANEAMENTO". ELE INCLUI PASSEIOS PELA CASA DE MÁQUINAS DA USINA, ESPAÇO ENERGIA, RESERVATÓRIO E ESPAÇO DAS ÁGUAS.
 A DURAÇÃO É DE DUAS HORAS E A ENTRADA CUSTA QUATRO REAIS. O ROTEIRO VAI ATÉ DOMINGO. 

INFORMAÇÕES - 4696-1332.
Contato para outras informações 
redescobrindoaltotiete@gmail.com
Lembrando que temos o nosso grupo Facebook
Fotos Antigas do Alto Tietê

Antes e depois - Rua Paulo Forntim

Arte - Fabio Stefani

Contato para outras informações 
redescobrindoaltotiete@gmail.com
Lembrando que temos o nosso grupo Facebook
Fotos Antigas do Alto Tietê

19 de Março -- Dia do Artesão



A tecnologia trouxe muitas modificações na vida das pessoas, muitas profissões ficaram ultrapassadas e até mesmo acabaram ou foram substituídas, mas existemA tecnologia trouxe muitas modificações na vida das pessoas, muitas profissões ficaram ultrapassadas e até mesmo acabaram ou foram substituídas, mas existem outras que permanecem mesmo com o passar dos anos e com toda inovação trazida pela tecnologia justamente por sua peculiaridade. Uma dessas profissões é a de artesão. 



O principal motivo dessa profissão ainda existir, e com muita força é em função da cultura de cada região, tanto em nosso país como em várias partes do mundo. 
A palavra “artesão” significa “indivíduo que pratica arte ou ofício que dependem de trabalhos manuais”, isto quer dizer que qualquer peça produzida pelo artesão é única e foge de qualquer processo de produção em série realizado por indústrias. 

 outras que permanecem mesmo com o passar dos anos e com toda inovação trazida pela tecnologia justamente por sua peculiaridade. Uma dessas profissões é a de artesão. 
A palavra “artesão” significa “indivíduo que pratica arte ou ofício que dependem de trabalhos manuais”, isto quer dizer que qualquer peça produzida pelo artesão é única e foge de qualquer processo de produção em série realizado por indústrias. 
Professora Sônia



Curso de E.V.A com a Sônia
Informações - 4739-4031

Contato para outras informações 
redescobrindoaltotiete@gmail.com
Lembrando que temos o nosso grupo Facebook
Fotos Antigas do Alto Tietê


sábado, 15 de março de 2014

À BEIRA DA HISTÓRIA - SUZANO

Projeto elaborado por Luiz Miguel Franco Baida para seu curso de mestrado.














Contato para outras informações 
redescobrindoaltotiete@gmail.com
Lembrando que temos o nosso grupo Facebook
Fotos Antigas do Alto Tietê

sexta-feira, 14 de março de 2014

Akimatsuri 2014 e sua tradição

Os japoneses têm o costume de praticar oferendas aos deuses para agradecer pela colheita e bem-estar das pessoas. Para isso, os nikkeis (imigrantes e descendentes de japoneses) realizam uma cerimônia religiosa com o intuito de mostrar a gratidão e pedir proteção contra doenças e o mau tempo. 

Uma das mais tradicionais festas de Akimatsuri no Brasil é a do Bunkyo de Mogi das Cruzes.
O Bunkyo de Mogi das Cruzes realizou a primeira festa em 1986, no bairro de Cocuera. A partir do ano seguinte, o evento foi transferido para Centro Esportivo de Porteira Preta, avenida Japão, s/nº. Com o passar dos anos, a Festa se tornou referência da Colônia Japonesa em Mogi das Cruzes e Alto Tietê, ficando mais conhecida a cada edição.

29ª Festa do Outono - Akimatsuri
Dias 5,6 e 12,13 de abril de 2014
Horário: 10:00 ás 23:00
Informações - 4722 - 6363 ou 4791 - 2022

Contato para outras informações
redescobrindoaltotiete@gmail.com
Lembrando que temos o nosso grupo Facebook

Banda Santa Cecília e sua história.

Em 26 de maio de 1926 foi fundada a mais tradicional banda de Mogi das Cruzes, a banda foi criada por iniciativa dos Srs. Benedito Olegário Berti, Benedito Augusto de Sant´Anna Andrade, Galdino alves e Francisco Navajas.

No entanto, sua inauguração ocorreu após 6 meses no dia 22 de novembro em homenagem ao Dia de Santa Cecília e também por ocasião da Festa do Divino do mesmo ano.
Batismo dos instrumentos


Concervatório Carlos Gomes
Corporação 13 de Maio











Banda Guarany















Rua Doutor Corrêa

Sede da Corporação

Contato para outras informações
redescobrindoaltotiete@gmail.com
Lembrando que temos o nosso grupo Facebook

A educação em Mogi das Cruzes no início do século XX

Em 1914 Mogi das Cruzes possuía uma população aproximada de 20080 habitantes, sendo 2.868 em idade escolar. O Município atendia em institui...